Domingo, 24 de Junho de 2007

Quem espera sempre alcança...

 

Depois de me referir a Lisboa e ao Alentejo com tanto carinho, porque não fazer o mesmo com Macau, terra que me tem acolhido desde há nove meses a esta parte?

De facto, aquilo, que no início, me pareceu estranho ou menos bom, com o tempo acabou por se diluir e até posso dizer, desta feita, que gosto mesmo muito de Macau, ou pelo menos, que aprendi a gostar de Macau.

Fica provado e comprovado que, efectivamente, o ser humano tem uma capacidade absolutamente fantástica para se adaptar a novas realidades, a novas gentes, a novas culturas e a novas formas de pensar, ser, agir e estar.

Obviamente que dias levados da breca todos temos. Obviamente que a solidão ainda continua a ser aquilo que em terras orientais mais me marca. Mas também é óbvio que não posso dizer que detesto ou que odeio a terra e suas gentes de forma nenhuma.

Só queria estar em Macau a trabalhar naquilo que gosto, mas com todos os que amo perto de mim....só isso.

Já dizia o outro, que não há nada mais difícil do que conseguir ter uma vida normal...

Ok...agora está na hora do lugar comum...quem espera sempre alcança, né?

sinto-me: expectante mais uma vez...
publicado por misa às 15:26
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Maravilhoso...

. iupiiiiiiii!!!!!!

. Já ganhou...claro que sim...

. Na era dos rótulos....

. "É necessário também um m...

. Pérola Lusa

. A lei da multiplicação......

. Obridada!

. "Deixa eu dizer que te am...

. Adeus ó feira de Castro.....

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.cuscanços

Counter Stats
web counters
web counters Counter

.as minhas fotos

.pesquisar

 

.subscrever feeds